Game Of Thrones: por que vale a pena ler o livro (e as sequências) mesmo após ter visto a série

Redação A Taberna
Por Redação A Taberna
15/07/2019


Game Of Thrones, a série do HBO que se tornou um dos principais fenômenos globais da cultura pop, chegou ao fim e a saga literária em que o programa foi baseado, As Crônicas de Gelo e Fogo, está logo ali, ao alcance da mão para quem quiser continuar viajando pelo universo fantástico de Westeros e Essos. 

Vale a pena, para um fã da série que ainda não tenha lido os livros, começar agora? 

Sim, não apenas vale, como é altamente recomendável. Apresentamos, aqui, alguns motivos para se embrenhar na saga do Trono de Ferro pelo viés literário. 

UM UNIVERSO AINDA EM ABERTO

Ao contrário da série, os livros de George R.R. Martin, atualmente editados no Brasil pela Suma, ainda não chegaram ao ponto final. Cinco já foram publicados, e o próximo – Ventos do Inverno – deve ser lançado em breve. Nos livros, a guerra ainda não acabou, a ameaça para lá da Muralha ainda não mostrou toda a sua força, os atores do Jogo dos Tronos sequer consolidaram suas posições. 

Ou seja, o fã da saga, mesmo já tendo visto um final na TV, ainda pode ver um desfecho diferente, ou até mesmo um fim semelhante mas narrado de outra forma. E, mesmo se Martin apresentar um encerramento exatamente igual ao da série, não será necessariamente um problema. Dentro de dez anos, não fará diferença alguma quem deu o final antes, se o livro ou a série.

UMA RIQUÍSSIMA CONSTRUÇÃO

No caso de filmes e séries inspirados em obras literárias, é clichê dizer que o livro é melhor, mas… sim, na maior parte dos contextos, os livros de Martin são melhores que a série.

George Martin é um grande contador de histórias e um criterioso escultor de personagens marcantes. Se na série já abundam as personagens interessantes e cheias de facetas e nuances, no livro o autor tem toda liberdade para se demorar na construção de figuras carismáticas, profundas e cheias de nuances. Cada capítulo é narrado sob o ponto de vista de uma personagem específica, e ali conhecemos as motivações e o background das pessoas com muito mais profundidade do que é possível ao ver a série.

Também a história da própria Guerra dos Tronos e da dinâmica de poder em Westeros e Essos é contada com muito mais riqueza de detalhes e circunstâncias históricas. No texto de Martin, as lendas do passado citadas pelas velhas ao pé do fogo e a história oficial registrada pelos meistres, a crônica das grandes batalhas e as fofocas comezinhas da Corte se entrelaçam numa trama robusta e bem amarrada.

DIVERSÃO E ENTRETENIMENTO POR ATACADO

Se os cinco volumes já publicados, cada qual com centenas de páginas, demandam um bom tempo para serem lidos, imagine que a contagem de tomos chegar a sete (isso, claro, pressupondo que Martin conseguirá concluir a saga em vida), sem contar outros textos auxiliares sobre o universo de Westeros.

Se você começar a ler o primeiro livro agora, a Guerra dos Tronos lhe oferecerá o prazer da viagem a um universo fantástico por um longo tempo. E cada linha vale a pena.

CAMINHOS E DESCAMINHOS: ESCOLHA O SEU FAVORITO

Em linhas gerais, a série Game Of Thrones adapta fielmente os acontecimentos da saga literária As Crônicas de Gelo e Fogo, mas há divergências. 

Mesmo no período em que a série ainda acompanhava os eventos dos livros (o que dura até o período da morte de Jon Snow, a grosso modo), já havia diversos pontos de discrepância entre os livros e a sua adaptação televisiva. Tanto no destaque dado a certas personagens, quanto em algumas motivações, quanto na própria existência de certas figuras.

Ler também os livros após ver a série é uma oportunidade para ver as coisas de um outro modo, experimentar outro jeito de viajar por Westeros e escolher a sua versão favorita de cada plot. 

========

Em suma, ler o livro A Guerra dos Tronos e suas sequências literárias não traz qualquer prejuízo a quem já assistiu à série. É uma outra experiência, com todo um novo mundo de descobertas e novas visões daquele amado universo.