Comunas no espaço: retrofuturismo soviético

Redação A Taberna
Por Redação A Taberna
14/04/2016

A União Soviética teve na corrida espacial sua vitrine e um dos motores do seu imaginário.

Até o envio de uma missão tripulada à Lua pelos americanos em 1969, as naves da URSS levavam a melhor na conquista do espaço: foram vitórias soviéticas o lançamento do primeiro satélite, o Sputnik (em 1957), o envio do primeiro ser vivo (a cadela Laika, em 1957), o envio do primeiro homem (Yuri Gagárin, em 1961) e da primeira mulher (Valentina Tereshkova, em 1963) etc.

Os grandes feitos da nação socialista no espaço sobreviveram até ao desmoronamento do gigante, em 1991: muito antes da criação da Estação Espacial Internacional, a finada estação soviética Mir permaneceu por vários anos, até 2001, como o único lar de seres humanos em órbita da Terra.

Por isso, é de esperar que a temática espacial estivesse presente na arte e na divulgação científica da URSS. Diversos artistas colocaram em desenhos suas próprias concepções de como seria o futuro se a exploração soviética do espaço avançasse (junto com a própria utopia) para ainda mais perto das estrelas.

Confira uma seleção de imagens retrofuturistas soviéticas (clique nas miniaturas para ampliá-las):