Sabres de luz diferentões de Star Wars

Jefferson Nunes
Por Jefferson Nunes
21/12/2017

Sabres de luz estão entre os elementos mais icônicos do universo de Star Wars, reconhecidos até por pessoas pouco familiarizadas com a saga. Na maioria dos casos, as armas são compostas por uma empunhadura reta com apenas uma lâmina de luz, mas, ao longo do tempo, surgiram nas diversas histórias da saga outros tipos de sabre, com variações seja no punho ou no formato da lâmina, com diferentes formas de uso que se adequavam ao estilo de luta e gosto de quem os empunhava.

Qualquer pesquisa rápida permite ver a profusão de tipos de sabres que surgiram na galáxia, e, para facilitar a vida dos fãs interessados no tema, resolvi compilar em um texto alguns dos tipos de sabres “diferentões” e que aparecem em histórias do cânon e do Universo Expandido de Star Wars, fugindo dos modelos mais tradicionais lembrados por todos.

PROTOSABRE

sabre de luz star wars 2

Pode ser considerado o “pai” do sabre de luz como o conhecemos. Foram as primeiras formas conhecidas desses artefatos, utilizadas no alvorecer da Ordem Jedi. Já tinham os cristais inseridos no cabo para a geração da lâmina e sua maior diferença residia no suprimento de energia externo, carregado pelo usuário em seu corpo e conectado ao cabo do sabre por um fio reforçado. Isso acontecia porque a tecnologia de construção das baterias de energia ainda era muito limitada nesse período do quadro cronológico da saga, não havendo possibilidade de fazê-las acopladas no sabre, como foi empregado posteriormente.

sabre de luz star wars 3

 

Esses protosabres eram pouco práticos, já que a mobilidade do usuário ficava comprometida pelo cabo ligado ao suprimento de energia e o tempo de operação era consideravelmente mais curto, pela menor capacidade de energia das baterias. Seu uso foi abandonado após o surgimento dos sabres com bateria acoplada, mas não totalmente. Alguns sabres desse tipo reapareceram mais tarde, pois, com a nova tecnologia, era possível que a bateria externa fornecesse muito mais poder do que as acopladas diretamente no cabo, ampliando muito o efeito dos ataques do espadachim e gerando lâminas luminosas mais potentes.

CROSSGUARD LIGHTSABER

sabre de luz star wars 4

O Crossguard Lightsaber tornou-se famoso nos últimos anos graças ao seu uso pelo personagem Kylo Ren, mas já era conhecido no Universo Expandido de Star Wars. Sua principal característica é a presença de uma ou duas pequenas lâminas de pequena energia adicionais no ângulo de 90° em relação à principal. Existem variações, como uma pequena lâmina perpendicular à principal, e um sabre duplo com duas lâminas adicionais em cada lado.

Embora à primeira vista pareça desajeitado e perigoso para o usuário, esse tipo de sabre é excelente para espadachins habilidosos, pois permite repelir ataques laterais (como aquele que Darth Vader usou para cortar a mão de Luke Skywalker no duelo em Bespin). Também pode ajudar nos ataques quando há cruzamento dos sabres próximo ao corpo do inimigo.

DARK SABER

sabre de luz star wars 5

Um dos sabres mais raros da galáxia, o Dark Saber era usado nos primórdios da Ordem Jedi e caracteriza-se por uma lâmina fina, plana e curvada na ponta, imitando espadas normais de metal. A cor escura do sabre era marcada por muitos padrões e ranhuras de luz na lâmina, que formavam uma aura elétrica mais clara ao redor da parte escura principal, como se fosse um buraco negro. Essa aura gerava um som mais agudo, semelhante a assovios, à medida que o sabre era movimentado. O único exemplar conhecido desse tipo de sabre foi roubado do Templo Jedi pelos Mandalorianos e, passado de geração em geração, chegou até o período das Guerras Clônicas.

CHICOTE DE LUZ

sabre de luz star wars 6

Uma das variantes mais interessantes do sabre de luz, o chicote de luz exige grande habilidade para ser manuseado. Tem o mesmo princípio dos sabres padrão, mas, em vez de um cristal grande para emissão da lâmina, os chicotes possuem pequenos cristais. Sem barreiras celulares no plasma da lâmina para mantê-lo reto, eles se tornavam fluidos, o que permite a produção de chicotes com vários metros de comprimento, que facilitam o ataque.

Por serem pouco utilizados, podem surpreender um inimigo destreinado para enfrentá-lo, já que seus padrões de ataque são completamente inesperados, e permitem ao usuário atacar de uma distância maior que a usual em duelos. São, porém, pouco eficientes na defesa, e têm menor poder que um sabre normal, impossibilitando a destruição de armaduras e outros materiais.

SABRE DE LUZ “CASSETETE”

Web

Tipo relativamente raro de sabre, conhecido como Guard Shoto ou Tonfa, é uma espécie de cassetete com uma lâmina de luz mais curta. Tem um cabo cabo com um pegador perpendicular, facilitando seu uso para defesa. É extremamente perigoso nas mãos de um espadachim treinado, que, por trazer o adversário para mais próximo do seu próprio corpo, tem mais precisão na hora do contra ataque. Além disso, o punho da tonfa é produzido com um metal muito resistente a sabres de luz, que têm dificuldade para passar por sua defesa. A pegada perpendicular, porém, impede a produção de golpes poderosos, o que não o torna prático para batalhas de grande intensidade.

LANÇA DE LUZ

sabre de luz star wars 8

As Lanças de Luz são um tipo pouco usado de sabre, consideradas inclusive como exóticas pelos mestres Jedi. São parecidas, pelo seu princípio, com os sabres de duas lâminas, mas contam com um cabo longo e uma lâmina de plasma em apenas um dos lados, geralmente menor que as tradicionais, havendo também uma variação com duas lâminas pequenas de luz em cada um das extremidades.

Foram utilizadas pelos guardas do Templo Jedi no período das Guerras Clônicas. O cabo é resistente a golpes de sabres de luz e seu tamanho permite ataques de longa distância, aumentando seu alcance e facilitando na luta com múltiplos inimigos. Eram as armas principais da Guarda Vermelha de Palpatine e a Guarda Praetoriana de Snoke utilizou armamento similar em Os Últimos Jedi.